Application of two environmental indicators for quantification of anthropization in the watershed of the stream of Ipê (Sp)

  • Diego Javier Pérez O.
  • Sergio Luis de Carvalho
Keywords: environmental pressure, imbalance, degradation effects, index, index of anthropogenic transformation, index of water quality, pollution

Abstract

Agriculture is one of the activities most impacting negatively on natural ecosystems and is the largest anthropogenic activity, due to land use and its strong influence on the environmental quality by pressure and occupation of space. These influences are also recorded in water bodies, thus creating a model of anthropic landscape of nature. To understand their effects needs are indicators that quantify the imbalance in ecosystems, and interactions of the components of a watershed. In this work, in this work applied the index of anthropogenic transformation, in order to identify and assess changes in soil use and occupation over the years, and the index of water quality, to test the current levels of pollution. Subsequently compares the results for the years of 2002 with the results in the years of 2011, thereby obtaining the differences between them, which showed an increase in the degradation of ecosystems in the watershed of the stream of Ipê and consequences of these changes by increasing levels of pollution produced water resources of the basin.

Downloads

Download data is not yet available.

References

ALVES, (2005). Experiências de Gestão de Recursos Hídricos. p. 107 – 127. Em Memórias III Congresso Nacional de Águas Brasília, Brasil. BUCH, R. (2007). Matas ciliares e degradação da paisagem da área lindeira do Médio Iguaçu em relação à educação ambiental. Dissertação. Mestrado em Geografia. Universidade Federal do Paraná, Curitiba. 110f.

CETESB – COMPANHIA AMBIENTAL DO ESTADO DE SÃO PAULO. 2006. Índice de qualidade das águas – IQA. São Paulo: Programa de engenharia civil – COPE. http://www.cetesb.sp.gov.br/Agua/rios/indice_iap_iqa.asp>. Acesso em: 3 abr. 2011.

CONAMA. 2005. Resolução No 357. Conselho Nacional Do Meio Ambiente, Ministério Do Meio Ambiente. CONSELHO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS (São Paulo). Legislação sobre Recursos Hídricos. São Paulo. Brasil. 48p.

DIAS, C, BORJA, C., MORAES, L. 2004. Índice de Salubridade Ambiental em Áreas de Ocupação Espontânea: Um Estudo em Salvador-BAHIA. Revista de Engenharia Sanitária e Ambiental. Vol. 9. (n.1), p.82-92.

ESTEVES, F. 2004. Fundamentos de Limnologia. Interciência/FINEP. Rio de Janeiro. 602 p.

LÉMECHEV. T. (1987). On hydrological heterogeneity catchment morphology and catchment response. Journal of Hydrology, 100, p 353-375.

LIMA, W.; ZAKIA M. 1997. A bacia hidrográfica como unidade de monitoramento In: CONGRESSO BRASILEIRO DE LIMNOLOGIA, Anais. São Carlos: Universidade Federal de São Carlos. 253 p. 6.

LIN, C.; SHRESTHA, M.; YI, Y.; DIANA, J. Management to minimize the envitonmental impacts of pond effluent: harvest draining techniques and effluent quality. Aquacultural Engineering, São Paulo, V. 10, (n. 25), p. 125-135, 2001.

MATEO, J. (1991). Geoecología de los Paisajes, Univ. de los Andes, Merida, Venezuela, 222 pp.

MATOS, R. 2009. Planejamento ambiental da baciado manancial Rio Santo Anastácio: estudo aplicado na sub-bacia do Córrego do Botafogo Presidente Prudente Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Geografia)- Faculdade de Ciências e Tecnologia – FCT, Universidade Estadual Paulista – UNESP. São Paulo. 134 f.

MATOS, R. 2009. Planejamento ambiental da bacia do manancial Rio Santo Anastácio: estudo aplicado na sub-bacia do Córrego do Botafogo Presidente Prudente São Paulo. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Geografia)- Faculdade de Ciências e Tecnologia – FCT, Universidade Estadual Paulista – UNESP. p 134

Ministério da Saúde DO BRASIL, (2004).: Marco conceitual e estratégia metodológica Memórias Organização Pan-Americana da Saúde. Avaliação de impacto na saúde das ações de saneamento: Ministério da Saúde. p 116.- 120. Em

OLIVEIRA, F.; ROCHA, O.; TUNDISI, J. TUNDISI, T. Análise de correspondência múltipla e análise de Agrupamentos na redução de dimensionalidade de indicadores de eventos de vida. Revista Brasileira de Estatística. Rio de Janeiro, v.67, no.226, p.95 - 116, jan/jun.2006

.

PIRES, J.; SANTOS, J.; DEL PRETTE, M. 2008. A Utilização do conceito de bacia hidrográfica para a conservação dos recursos naturais. Gerenciamento dos Recursos Naturais, Bauru, v. 14, n. 3, Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/S1516-73132008000300011>. Acesso em: 21 nov. 2010.

POLETO, C.; CARVALHO, S.L.; Matsumoto,T. Avaliação da qualidade da água de uma microbacia hidrográfica no município de Ilha Solteira (SP). Holos Environment, v.10 n.1, p. 95-110, 2010

POLETO, C; CARVALHO, S. Problemas de degradação ambiental em uma microbacia hidrográfica situada no município de Ilha Solteira – S.P., Brasil e sua percepção pelos proprietários rurais. Holos Environment, v.4 n.1, p.68-80, 2004.

SAWYER, D. 2003. Índice de pressão antrópica: uma proposta metodológica. Primeira edição, Brasília. 211 p.

SOBRAL, M. 2006. Monitoramento da qualidade da água na bacia hidrográfica do Rio Cabelo, Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) – Programa de pós-graduação em Engenhara Agrícola. Universidade Federal de Campina Grande, Paraná, 2006. Campina Grade. 136 f

Published
2013-02-28
How to Cite
Pérez O., D., & de Carvalho, S. (2013). Application of two environmental indicators for quantification of anthropization in the watershed of the stream of Ipê (Sp). Revista De Ciencias Agrícolas, 29(2), 93-107. Retrieved from http://revistas.udenar.edu.co/index.php/rfacia/article/view/459
Section
Research and scientific and technological innovation article